Investigações sobre dossiê apontam para novo nome, diz PF

O superintendente regional da Polícia Federal no Mato Grosso, Daniel Lorenz, disse nesta quinta-feira, que as investigações sobre a tentativa de compra, por petistas, do dossiê Vedoin, acrescentam um novo nome no episódio. Segundo o delegado, trata-se de "pessoa conhecida" no cenário nacional, mas ele evitou especificar se seria um político ou empresário.Lorenz disse que a descoberta foi possibilitada pelo cruzamento das ligações telefônicas de um dos envolvidos no caso do dossiê que ligou para o telefone fixo do novo personagem e teve a ligação retornada. Cauteloso, o delegado esclareceu que ainda é preciso investigar se esses contatos foram casuais ou se estavam efetivamente ligados à tentativa de compra do dossiê que teria informações comprometendo políticos do PSDB.Quanto ao rastreamento dos dólares utilizados na operação, Lorenz informou que há avanços significativos para a identificação dos sacadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.