Ipem-RJ terá laboratório móvel para flagrar fraudes em taxímetros na região serrana

Micro-ônibus ficará em Nova Friburgo para fiscalizar equipamentos obrigatórios em veículos

Agência Brasil,

27 Fevereiro 2012 | 16h08

RIO DE JANEIRO - Pela primeira vez na região serrana do Rio de Janeiro, o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) do Rio de Janeiro vai utilizar um micro-ônibus de serviço móvel do órgão para aferir balanças em estabelecimentos comerciais e coibir fraudes em taxímetros. O micro-ônibus do Ipem, batizado de Baby, começa a circular a partir da segunda quinzena de março.

A presidenta do órgão, Soraya Santos, explicou que o micro-ônibus ficará três dias em Nova Friburgo, para intensificar a fiscalização dos equipamentos obrigatórios para ônibus e caminhões, como o tacógrafo, que registra a velocidade, distância percorrida em tempo de uso do veículo. "Qualquer veículo com mais de 10 passageiros é obrigado a ter o tacógrafo. E nenhum caminhão pode circular sem isso", explicou.

Em função da grande demanda de solicitações de fiscalização, Soraya Santos acredita que, em dois meses, um segundo micro-ônibus entre em circulação. Segundo a presidenta do Ipem, a meta é ter dez unidades móveis em condições de atender a todo o estado do Rio. A unidade móvel que será usada na região serrana é equipada com computadores operados por técnicos dos laboratórios e conta com um sistema para a emissão de laudos, caso alguma irregularidade seja encontrada. Além do micro-ônibus, Ipem conta ainda com cerca de 40 equipes de fiscais para atuar no comércio na região.

Mais conteúdo sobre:
Ipemtaxímetro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.