IPT decreta alerta contra deslizamentos no Morro do Baú

Número de mortos aumenta para 114, há registro de 78.707 desalojados e desabrigados e 19 desaparecidos

da Redação

30 Novembro 2008 | 15h50

Uma área de cerca de 30 quilômetros quadrados do complexo montanhoso do Morro do Baú, região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina, atingido pela enchente nos últimos dias, está em alerta máximo contra desmoronamentos desde a manhã deste domingo. Técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), que trabalham com as equipes de resgate e avaliação da tragédia das chuvas na região, decretaram que a área passa a ser considerada "Perímetro Preto", com restrição total de acesso ao terreno por causa do alto risco de deslizamentos.    Veja também: Saiba como ajudar as vítimas da chuva IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Blog Ilha do sem Blumenau  Blog Desabrigados Itajaí  Blog Arca de Noé  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas     O Morro do Baú, uma área de 100 quilômetros quadrados, foi uma das mais atingidas pela infiltração das águas da enchente que assola a região catarinense. Segundo a Defesa Civil, aumentou neste domingo, 30, para 114 o número de mortos e há registro de 78.707 desalojados e desabrigados, mais 19 desaparecidos. No total, segundo a Defesa Civil, a enchente afeta 1,5 milhão de pessoas na região. No início da tarde, as equipes se concentram na retirada de moradores de áreas de risco na região.   As informações são do enviado especial de O Estado de S. Paulo, Rodrigo Brancatelli.   Alterada às 20h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.