Cathal McNaughton/Reuters
Cathal McNaughton/Reuters

Irlanda realiza nesta sexta referendo sobre casamento gay

Pesquisas de opinião indicam a vitória da proposta que permite a união entre homossexuais; resultado será divulgado neste sábado

O Estado de S. Paulo

22 Maio 2015 | 11h40

DUBLIN - Os irlandeses vão às urnas nesta sexta-feira, 22, para decidir sobre a possibilidade de permitir o casamento gay, apenas duas décadas depois de a Irlanda se tornar o último país da Europa Ocidental a descriminalizar a homossexualidade.

Com a influência da outrora poderosa Igreja Católica abalada por escândalos de abuso de crianças, as pesquisas de opinião indicam que a proposta venceria, com uma votação na base de 2 para 1, o que tornaria a Irlanda o primeiro país a aprovar por meio de uma votação popular o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O enorme interesse internacional fez a hashtag #voteyes um dos tópicos de destaque no Twitter.

Milhares de expatriados irlandeses voltaram para tomar parte no referendo, tanto os da Grã-Bretanha como os de lugares distantes do país, como Nova York e Sydney, disseram grupos que incentivam o voto no "sim", usando a hashtag #hometovote.

"Eu votei 'sim' porque todo mundo é o mesmo, então por que não têm os mesmos direitos que qualquer outra pessoa?", disse a dublinense Jennifer Brown, de 21 anos, que votou quando estava a caminho de um exame universitário. "Surpreendentemente alguns dos meus amigos estão contra, mas os que dizem que vão votar 'não' na verdade não estão indo votar."

Os resultados serão divulgados neste sábado, 23./REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Irlanda Casamento Gay Gay LGBT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.