Irmão de deputado é morto em assalto suspeito

Eram 9h40 desta sexta-feira quando um homem magro, com 1,65 metro de altura e cerca de 35 anos, entrou na loja de roupas Tubo D?Água, da Rua Juruá, no bairro Pari, no centro de São Paulo. Aos gritos, disse que era um assalto, exigiu a pasta preta do dono da loja e mandou a secretária Carla Patrícia Muñoz Lopez, de 23 anos, para o banheiro, nos fundos.Em seguida, Carla ouviu um estampido. A bala atingiu a cabeça do comerciante Claudio Hanna Hayar, de 40, que morreu na hora. Ele era irmão do deputado estadual Alberto Hayar, o Turco Loco(PSDB). Sem levar a pasta, o criminoso resolveu fugir.A polícia não sabe dizer se foi roubo ou vingança. No dia anterior, o criminoso esteve na loja e conversou com Hayar. "Acredito que ele foi reconhecer o local", disse a delegada Maria José Figueiredo, do 12º DP.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.