Irmão diz que Gil Rugai é inocente

Depois da mãe, foi a vez do irmão afirmar que Gil Greco Rugai é inocente. O estudante Leonardo foi ouvido nesta terça-feira pelos policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). "Se vocês conhecessem ele (Gil), vocês iam saber que ele é uma pessoa totalmente de Deus. Nunca que ele ia matar alguém e não tinha o menor sentido ele matar o próprio pai", disse Leonardo.Gil está preso sob a acusação de matar o pai, o publicitário Luiz Carlos Rugai, de 40 anos, e a mulher dele, Alessandra de Fátima Troitiño, de 33. O crime ocorreu no dia 28, na Rua Atibaia, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo. O publicitário morava na casa e mantinha no imóvel a sede de sua produtora, a Referência Filmes.Leonardo, de 19 anos, estava acompanhado pelo advogado de Gil, Fernando José da Costa. Ele contou que os policiais perguntaram-lhe se acreditava ter sido Gil o autor do crime. "Eu disse que tinha certeza absoluta de que não foi ele". O depoimento durou 1 hora e 30 minutos.

Agencia Estado,

14 de abril de 2004 | 05h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.