AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Irmão tenta matar prefeito no interior de São Paulo

A Polícia Civil de Miguelópolis, na região de Ribeirão Preto, abriu um inquérito, nesta segunda-feira, 22, para apurar a tentativa de homicídio contra o prefeito Cristiano Barbosa Moura (PSDB), de 45 anos, ocorrido na tarde deste domingo, no centro da cidade. O autor dos disparos foi Israel Nicolino Moura, de 22 anos, irmão do prefeito por parte de pai, que está foragido desde então. O motivo dos disparos seria a proibição de Israel visitar o pai, que está doente. O prefeito depôs nesta manhã na delegacia e pediu proteção policial.Segundo o delegado de Ituverava, Wilson dos Santos Pio, que responde por Miguelópolis, o eventual pedido de prisão preventiva de Israel Moura poderá ser solicitado após analisar todos os detalhes do caso. "Eu corri e ele não me matou por pouco", disse o prefeito Cristiano Moura, que ficou preocupado com a reação do meio-irmão.O prefeito informou também que Israel é agressivo e, quando visitava o pai, este sempre passava mal. Como foi proibido de fazer a visita, Israel, que estaria morando em Ribeirão Preto, procurou Moura. Houve discussão, o prefeito chamou a polícia e registrou boletim de ocorrência por ameaça.Preocupado, o prefeito foi até a casa da mãe do irmão e tentou dialogar com ele. Porém, na chegada, Israel saiu armado e descarregou o revólver contra ele. Várias pessoas estavam nas proximidades, mas ninguém se feriu. Israel fugiu. Moura não soube informar com exatidão, mas disse que seu meio-irmão teria passagens pela polícia em Ribeirão Preto. Por isso, pediu proteção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.