Irmãos fazem família de coreanos refém em SP

Fingindo estar armados, os irmãos Wesley, 20, e Welton Fontenele Gomes Prado, 19, fizeram uma família de coreanos reféns por mais de uma hora dentro da residência localizada na Rua Paulo Orizombo, no Cambuci, zona Sul da capital paulista, na noite de ontem.Cinco pessoas, uma criança, uma jovem, uma mulher grávida de nove meses e um casal de idosos, aposentados, foram mantidos reféns até a chegada de policiais militares da 4ª Companhia do 11º Batalhão acionados por uma testemunha."Os dois irmãos são suspeitos de pertencerem a uma quadrilha que vem assaltando casas de orientais aqui na região do Cambuci. Estávamos à procura deles", disse o tenente Alan Gouvea, que comandou a operação policial. Os bandidos só tiveram acesso ao interior da casa após renderem o aposentado, que chegava a pé. Eles escondiam uma das mãos sob as blusas e diziam à vítima que estavam armados.A esposa do aposentado passou mal durante o tempo em que estava em poder dos bandidos; caiu, bateu a cabeça e está internada no Hospital Santa Cruz. "A negociação foi rápida", completou o oficial da PM. Segundo a polícia, Wesley já tinha passagem na polícia por roubo à mão armada. Os dois irmãos foram indiciados por tentativa de roubo no 6º Distrito Policial, do Cambuci, pelo delegado Cléber Batista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.