Irmãos morrem em acidentes diferentes na mesma rodovia em Sergipe

Homem seguia para o IML para reconhcer corpo de irmã quando sofreu acidente e também morreu

Solange Spigliatti, estadão.com.br

05 Setembro 2011 | 10h48

SÃO PAULO - Três pessoas morreram e quatro ficaram gravemente feridas em dois acidentes ocorridos na Rodovia BR-101, em Muribeca, em Sergipe, no domingo. Entre os mortos estão dois irmãos. José Ernison Souza Freire seguia para o Instituto Médico Legal (IML) de Aracaju para reconhecer o corpo da irmã, que havia morrido num acidente de carro durante a tarde, quando o táxi em que estava foi atingido por um caminhão. Freire morreu no local do acidente.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o táxi, que transportava dois passageiros, entrou na Rodovia BR-101, na região de Muribeca, próximo ao trevo que dá acesso ao município de Capela, e foi atingido transversalmente por um caminhão que seguia pela rodovia.

 

Com o impacto, Elaeto Alves Santos e José Ernison Souza Freire, ambos de 31 anos, morreram no local do acidente. O taxista José Alisson Trindade ficou gravemente ferido. Já o caminhoneiro não sofreu ferimentos.

 

 

Freire era irmão de Edisalma Souza Freire, de 48 anos. Ela morreu em um acidente de trânsito durante a tarde também na altura do km 43 da BR-101. O acidente aconteceu quando um veículo de passeio tentou ultrapassar um caminhão em uma ponte e colidiu com outro veículo de passeio que seguia no sentido contrário da pista. O marido de Edisalma, Wagner Phandolfo Moraes, que dirigia o carro, e a filha do casal, de 4 anos, sofreram ferimentos leves. O motorista do outro veículo ficou gravemente ferido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.