Irmãos seqüestrados na BA são libertados após 28 dias

Terminou hoje, em São Sebastião do Passé, no Recôncavo baiano, o seqüestro dos irmãos Dorval e Miriam, de 13 e 8 anos, que ficaram em poder dos bandidos durante 28 dias. O pagamento do resgate de R$ 500 mil resultou na libertação dos meninos, que foram levados da Fazenda Bela Vista, em Itapetinga, a 508 quilômetros de Salvador, por três homens armados, na noite do dia 28 de outubro. A quadrilha recebeu o dinheiro do seqüestro em São Paulo, mas um dos marginais foi preso pela polícia baiana.O valor do pagamento foi negociado pelos familiares das vítimas e reduzido, inicialmente, de R$ 1 milhão para R$ 800 mil e depois, R$ 600 mil, até que os bandidos resolveram aceitar R$ 500 mil. O seqüestro abalou a cidade de Itapetinga, um dos principais pólos pecuários baianos. A mãe das crianças, Sueli Oliveira, foi internada com problemas cardíacos e os colegas das vítimas na Cooperativa Educacional de Itapetinga (Cooedita) fizeram vigília e correntes de oração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.