Irmãs desaparecem na Bahia

Segundo a polícia, principal suspeito é o rapaz que mantinha realcionamento com a mais nova das meninas

Marcela Gonsalves, Central de Notícias

04 Abril 2011 | 16h11

SÃO PAULO - Duas irmãs estão desaparecidas desde o dia 27 março em Salvador, na capital baiana. Daniela e Gilcleide Lucena, de 27 e 30 anos, organizavam a festa de aniversário da mais nova quando ela recebeu uma ligação. Logo depois, avisaram os demais familiares que sairiam por alguns minutos, mas não mais retornaram.

 

Segundo o delegado Eduardo Lima, o principal suspeito é um rapaz com quem Daniela mantinha um relacionamento. Depoimentos da família revelaram que ele tinha antecedentes criminais. A polícia já obteve informações de pessoas que teriam visto as irmãs nos últimos dias, mas nada foi confirmado. A identidade de quem fez o telefonema na manhã do desaparecimento também é desconhecida. O delegado afirmou que nenhuma hipótese foi descartada até agora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.