Irmãs vendiam drogas em frente à escola

Uma casa onde duas irmãs vendiam cocaína, crack e maconha para estudantes, em frente à escola Estadual Carlos de Campos, no bairro de Vila América, em Santo André, na região do ABC, foi descoberta pela polícia na noite desta terça-feira. Uma denúncia por telefone levou os investigadores do 3º Distrito, de Vila Pires, até a casa da Rua Américo Vespucio. A pessoa que telefonou se dizia revoltada com a atuação dos traficantes e com o uso de drogas cada vez maior por parte dos estudantes. Quando os investigadores entraram na casa encontraram as irmãs Dirce Flamínio, de 56 anos, Aparecida Flamínio dos Santos, de 52, e uma garota de 12 anos. Com elas foram apreendidos meio quilo de cocaína, um quilo de maconha, uma pistola calibre 45 de uso exclusivo das Forças Armadas e munição. As irmãs fora autuadas por tráfico. A garota, encaminhada para a Febem.

Agencia Estado,

04 Junho 2003 | 23h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.