Itagiba faz queixa na PF contra membros do comitê petista

O deputado Marcelo Itagiba (PSDB-SP) entrou com notícia crime na Polícia Federal contra membros do comitê da presidenciável do PT, Dilma Rousseff, por suspeita de negociarem a montagem de um dossiê contra o tucano José Serra e aliados.

Vannildo Mendes, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2010 | 00h00

Um dos alvos do dossiê seria Itagiba. Ele pede que a PF investigue indícios de formação de quadrilha, quebra de sigilo e espionagem ilegal. O dossiê teria sido encomendado em abril ao ex-delegado da PF Onézimo de Sousa por Luiz Lanzetta, responsável pelo esquema de mídia da campanha.

Apontado por Lanzetta como chefe de suposta máquina de produção de dossiês no PSDB, a serviço da candidatura de José Serra, Itagiba sentiu-se ofendido. "Não sou araponga. Quando fui delegado fazia investigação em inquérito aberto, não espionagem, para pôr na cadeia criminosos do calibre desses sujeitos", defendeu-se. Na semana passada, Lanzetta foi afastado da campanha. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.