Itajaí volta a sofrer com deslizamentos após 9 meses da tragédia

Chuvas de novembro causaram a morte de 135 pessoas no Estado e cidades voltam a sofrer e suspender aulas

Júlio Castro, O Estado de S. Paulo,

01 Agosto 2009 | 12h19

Passados quase nove meses da tragédia das chuvas que matou 135 pessoas em Santa Catarina, sendo 47 vítimas do município de Ilhota, a cidade do Vale do rio Itajaí volta a conviver com o drama dos deslizamentos de terra. A prefeitura de Ilhota decretou, na manhã deste sábado, 1º, situação de emergência em decorrência das fortes chuvas dos últimos dois dias.

 

Uma das cidades mais atingidas é a do complexo do Baú. Pelo menos 14 famílias que estavam isoladas no local foram retiradas pelos bombeiros voluntários e outras seis, em Blumenau, foram levadas para a casa de parentes ou amigos. O início das aulas em duas escolas do complexo do Baú foi adiado para a próxima quinta-feira, dia 6.

 

Ainda nos municípios de Blumenau, Brusque e Luis Alves foram feitos registros de deslizamentos de terra. O diretor estadual da Defesa Civil, Márcio Luiz Alves, ressaltou que os deslizamentos e escorregamentos na região do Vale estão ocorrendo nas áreas já afetadas pelas chuvas de novembro do ano passado.

 

A Defesa Civil Estadual reforça o alerta para o risco de alagamentos e deslizamentos por causa das chuvas previstas em todo Estado até domingo, dia 2, conforme o principal instituto meteorológico do Estado (Epagri/Ciram). Neste sábado, o tempo continua instável com chuva no início e final do dia do Oeste ao Planalto Sul. No Litoral, Vale do Itajaí e Planalto Norte, a chuva ocorre de forma mais persistente e volumosa em especial na faixa leste de Santa Catarina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.