Itália prende brasileiros acusados de falsificação

A polícia da Itália prendeu um grupo de 50 brasileiros acusados de produção e uso de documentos falsificados, segundo informações do site da BBC. As prisões ocorreram durante uma operação realizada entre domingo e segunda-feira na província de Mantova, no norte da Itália. O grupo é acusado de falsificar passaportes, carteiras de identidade e de motorista de Portugal e da Espanha. Com esses documentos falsos, brasileiros ilegais na Itália podiam regularizar a situação no país. De acordo com as autoridades, o interessado pagava 3 mil (cerca de R$ 9 mil) para obter os papéis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.