Alessandro Di Meo/EFE
Alessandro Di Meo/EFE

Italiano desliga telefone duas vezes ao achar que ligação do papa é trote

O papa liga regularmente de seu apartamento para desconhecidos que lhe escrevem pedindo ajuda e conselhos

AFP

30 de abril de 2015 | 16h54

VATICANO - Um italiano que desligou o telefone duas vezes na cara do papa Francisco, por achar que se tratava de um trote, se apresentou no Vaticano nesta quarta-feira, 29, para se desculpar com o pontífice, informou o periódico Osservatore Romano.

Jorge Bergoglio ligou na segunda-feira, como tem o costume de fazer, para oferecer consolo a uma pessoa doente, neste caso, o italiano Franco Rabuffi.

Rabuffi,no entanto,acreditou que fosse uma brincadeira e desligou o telefone em duas ocasiões, até que na terceira, foi tomado pela dúvida: "fiquei sem palavras, mas Francisco veio ao meu socorro e me disse que o ocorrido lhe parecia cômico", explicou. 

Rabuffi foi com sua mulher à audiência geral do Vaticano na quarta-feira para apresentar suas desculpas ao pontífice. 

O papa Francisco liga regularmente de seu apartamento a amigos e parentes, mas também a desconhecidos que lhe escrevem ou cujas dificuldades chegam a seus ouvidos através de terceiros.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    vaticanopapa

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.