Italiano preso no Rio tenta fugir de hospital penitenciário

Agentes do Serviço de Operações Especiais (SOE) da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio impediram, na tarde desta sexta-feira, a fuga do italiano Alessandro Castiglioni, preso no Hospital Penitenciário Heitor Carrilho, no centro do Rio. Policiais perceberam a movimentação de um grupo de cerca de 20 homens armados em três automóveis nas proximidades do Complexo Penitenciário da Frei Caneca, onde fica o hospital, e acionaram o SOE. Os agentes surpreenderam Castiglioni e outros dois detentos tentando escalar o muro da unidade, que fica próximo ao morro do São Carlos. Houve troca de tiros e os bandidos que davam cobertura à ação do italiano acabaram fugindo. Segundo a secretaria, ninguém ficou ferido. Castiglioni foi preso pela Polícia Federal em setembro de 2003, em Nova Iguaçu (Baixada Fluminense), sob a acusação de pertencer a uma rede de tráfico internacional de drogas com ramificações em vários Estados do Brasil e países da Europa. Depois da tentativa frustrada de fuga, o preso italiano foi levado para a delegacia da Cidade Nova (6º DP) para prestar depoimento.

Agencia Estado,

06 Abril 2007 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.