Italiano procurado pela Interpol por tráfico é preso no Ceará

Gilberto di Loreto é suspeito de ser um dos chefes de organização que teria traficado cerca de 2 toneladas de entorpecente para Roma, na Itália

Priscila Trindade, do estadão.com.br

22 de abril de 2010 | 16h11

A Polícia Federal no Ceará prendeu na quarta-feira, 21, um motorista italiano de 54 anos procurado pela Polícia Criminal Internacional (Interpol) por suspeita de tráfico de drogas. O mandado de prisão para extradição foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Gilberto di Loreto é suspeito de ser um dos chefes de uma organização criminosa que teria traficado cerca de 2 mil quilos de entorpecente para a cidade de Roma, na Itália. Ele foi preso em Canoa Quebrada, onde morava há pouco tempo.

 

A polícia encontrou entorpecente dentro de seu sapato e, em sua residência, foram apreendidos papelotes de cocaína, prontos para revenda, escondidos dentro de um cano de PVC, e uma balança de precisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.