Italiano se queixa de privações na PF

Alegando ser vítima de "gravíssimos constrangimentos ilegais", o italiano Cesare Battisti pediu ao Supremo Tribunal Federal sua transferência para a Polinter no Rio. Ele está preso na carceragem da Polícia Federal no Distrito Federal, e aguarda o julgamento de pedido de extradição feito pela Itália. Battisti afirma que está sendo submetido a regras do regime disciplinar diferenciado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.