Itamar faz suspense sobre quem vai apoiar para presidente

O ex-presidente da República, Itamar Franco (sem partido), manteve nesta segunda-feira indefinido seu eventual apoio a um candidato na eleição para o Planalto. Após almoçar com o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), Itamar não confirmou a adesão à candidatura do tucano Geraldo Alckmin e disse que tomará até o final desta semana uma decisão visando "os interesses de Minas" e a campanha presidencial de 2010. O ex-presidente foi reticente, sugeriu que pode optar pela neutralidade na disputa deste ano e não descartou apoio a outros candidatos, como Cristovam Buarque (PDT)."Os mineiros têm de ter à vista o sentido dessa campanha, não apenas a eleição, agora. É uma busca de que Minas volte novamente ao governo central", afirmou Itamar, aliado de Aécio no seu projeto de chegar à Presidência dentro de quatro anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.