Itamar sugere a Lula que peça licença da Presidência

O ex-presidente Itamar Franco (sem partido) aconselhou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira, 03, a pedir licença do cargo, já que ele confessou publicamente que tem dificuldades de separar o papel de candidato à reeleição do de presidente da República."Se ele não sabe a hora em que ele é presidente, se ele não sabe a hora em que ele é candidato, por que ele não pede licença do cargo? Ele devia pedir licença do cargo. Ele tem direito de pedir licença do cargo, ninguém lhe impede que ele faça isso", disse Itamar, em sua primeira participação num ato de campanha do candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, em Belo Horizonte.A declaração foi feita enquanto Itamar discorria sobre o que considera "umerro cultural" e "um erro constitucional" advindos da implantação dareeleição no País. Para o ex-presidente, Lula utilizou-se apenas de "umjogo de palavras" quando disse, na semana passada, em viagem ao RioGrande do Sul, que nunca sabe quando é presidente e quando é candidato. "Ora, é claro, a linha divisória é invisível", destacou, observando entãoque o presidente tem um motivo para se licenciar.Sobre a proposta de convocação de uma Assembléia Nacional Constituintepara a reforma política, Itamar disse que Lula precisa "expressar melhoro seu pensamento". Bandeira antiga do ex-presidente, a Constituinteexclusiva, deveria, na sua opinião, ser adotada principalmente para aformulação de um novo pacto federativo e de uma nova organização fiscal.AfagosDurante o seminário sobre saúde realizado na capital mineira peloInstituto Teotônio Vilela em parceria com a executiva nacional do PSDB,Itamar recebeu vários afagos de Alckmin e do governador de Minas, AécioNeves. O ex-presidente foi apresentado como um exemplo de ética eprobidade administrativa.Nesta sexta, Itamar acompanhará o presidenciável tucano na viagem a Recife. Ele disse que irá representado Minas, a pedido de Aécio. Questionado se estava animado em participar da campanha, foi sucinto: "Toda vez que precisarem de mim, eu estarei. Quando não precisar, eu ficarei aquietado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.