Ivete Sangalo reina na folia de Salvador

Ferragens dos instrumentos dos músicos e o microfone da cantora foram banhador a ouro para o carnaval

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

21 Fevereiro 2009 | 23h12

O início do terceiro dia do carnaval baiano serviu para comprovar que Ivete Sangalo continua sendo o maior fenômeno pop do Brasil. A cantora começou seu desfile pelo Circuito Dodô (Barra-Ondina), o seu primeiro nesta edição da folia soteropolitana, ainda durante a tarde. A luz do sol fez ressaltar alguns detalhes que a rainha do carnaval preparou para este ano. As ferragens dos instrumentos dos músicos, por exemplo, foram todas banhadas a ouro - bem como o microfone da cantora. "Um luxo, né?", divertia-se Ivete.   A cantora surgiu para comandar o bloco Cerveja & Cia em um vestido branco esvoaçante, com várias fendas para mostrar, em abundância, as belas pernas. Na cabeça, uma tiara de moedas douradas. Nos pés, sandálias estilo gladiador, também douradas, para reforçar a imagem de diva.     Veja também:  Cobertura completa do carnaval 2009   Blog: dicas para quem quer curtir e para quem quer fugir da folia Especial: mapa das escolas e os sambas do Rio e de SP    Saiba como chegar ao sambódromo     Segundo ela, a fantasia presta uma homenagem às deusas gregas. "Este ano, vou bancar a deusa do carnaval", brinca, para depois revelar que nos próximos desfiles, de domingo a terça, vai se vestir de outras deusas - do Egito, da África e da Índia. Tudo para reforçar o foco dos trabalhos durante a folia, a música Cadê Dalila?, de Carlinhos Brown e Alain Tavares, forte candidata a hit do verão baiano. A cantora ainda recebeu o vocalista do Jota Quest, Rogério Flausino, para uma participação especial em seu desfile.   O fim da tarde ainda reservou muita animação aos foliões de Salvador. Logo depois de Ivete, vieram ao circuito duas das mais badaladas bandas da chamada axé music - e, para muitos, as que mais têm seguidores no País: Chiclete com Banana e Asa de Águia. Um verdadeiro arrastão - do bem - tomou conta do circuito, dentro e fora das cordas, a ponto de a avenida ficar relativamente vazia após a passagem das estrelas.   A noite, porém, estava apenas começando - e, pela programação, ainda prometia muito. Daniela Mercury, por exemplo, também faz sua estreia no circuito esta noite, comandando o Trio Eletrônico - bloco independente (sem cordas), responsável por algumas das principais inovações dos últimos anos do carnaval baiano, que completa dez anos nesta edição da folia.   Além dela, são bastante aguardados dois eventos: a primeira saída do ano do bloco afro Ilê Ayiê, do Curuzu, em direção ao Circuito Osmar (Campo Grande) e o retorno dos Novos Baianos, que voltam a tocar juntos em um trio elétrico depois de 25 anos.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2009 Carnaval de Salvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.