Já foram trocadas 596 urnas no País, anuncia TSE

Às 10h45min, o total de urnas eletrônicas substituídas no segundo turno das eleições deste ano aumentou para 596. O número, de acordo com o porta-voz do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Renato Parente, representa cerca de 0,16% das 361.431 urnas em atividade. Às 11 horas do primeiro turno, as trocas efetuadas eram de 228 urnas, que correspondiam a 0,063% do universo total de urnas em funcionamento. O porta-voz do TSE atribuiu o crescimento das substituições ao fato do repasse de informações dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) ao TSE estar mais ágil neste segundo turno. "Acredito que não haverá aumento do número de urnas trocadas neste segundo turno", disse. No primeiro turno, foram trocadas 3.042 urnas, que equivaliam a 0,94% do total em atividade.O estado de São Paulo continua sendo o lugar onde está ocorrendo o maior número de substituições de urnas no país. De acordo com os dados divulgados pelo TSE, foram trocadas no Estado 166 urnas. Em segundo lugar, vem Sergipe, que já teve 90 urnas substituídas. O Rio de Janeiro vem logo atrás com 80 trocas e o Rio Grande do Sul teve um total de 77 urnas substituídas. Apesar das trocas, o TSE ainda não registrou nenhum caso onde fosse necessário processar a votação em cédulas de papel. Às 11 horas do primeiro turno, houve votação em papel em uma seção eleitoral do Rio Grande do Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.