Já são 38 os mortos nas estradas paulistas

Segundo a Polícia Rodoviária, desde às 12h de sexta-feira (21) às 20h de ontem (24), já ocorreram 1.117 acidentes nos trechos paulistas das rodovias estaduais e federais. Entre as 675 vítimas em decorrências dos acidentes, 38 morreram e pelo menos 120 sofreram ferimentos graves.O movimento de retorno nas estradas paulistas deve se intensificar após às 15h, quando boa parte dos paulistanos que viajaram neste feriado de Natal retorna à capital e à região metropolitana. Entre às 14h e 23h o tráfego de veículos deve ficar complicado nas rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares. Devem retornar cerca de 190 mil veículos. Já no Sistema Anhanguera-Bandeirantes a empresa operadora Autoban estima movimento de 300 mil veículos entre às 15h e 22h. Existe previsão de tráfego mais complicado na Presidente Dutra após as 16h. A rodovia tende a registrar a passagem de 5 mil veículos por hora. Aproximadamente 160 mil veículos devem regressar à capital paulista pelas rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto entre 16h e 22h.Nesta mesma faixa de horário o tráfego deve ficar mais intenso nas demais rodovias federais e estaduais de São Paulo. O Sistema Anchieta-Imigrantes também poderá ter tráfego intenso a partir das 15h. Mesmo assim a empresa concessionária Ecovias pretende continuar com a operação descida, no esquema 4 x 3. A rodovia dos Imigrantes continua sendo utilizada rumo à capital e a Anchieta rumo ao Litoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.