Já são 71 desabrigados em Petrópolis. E vem mais chuva

A prefeitura de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, aguarda a liberação de R$ 500 mil do governo federal a serem aplicados em obras emergenciais para reparar danos causados pelo temporal da última terça-feira. O prefeito Rubens Bomtempo (PSB) já decretou estado de emergência no município, a fim de abrir caminho para o repasse. O número de desabrigados subiu hoje para 71, segundo balanço da Defesa Civil fechado à tarde.Bontempo conversou por telefone com o ministro das Cidades, Olívio Dutra, na tarde de ontem, e relatou os estragos do temporal: queda de barreiras, vias esburacadas e descalçadas, árvores derrubadas, casas destruídas e muita lama nas ruas. Dutra lhe disse que intermediaria um contato com o ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, para que os recursos fossem disponibilizados. O estado de emergência vai ser estendido até o fim do verão. O ministério ainda não confirmou a verba.Na quarta-feira, o governo do estado já havia anunciado que colocaria à disposição do município R$ 1,5 milhão, também para reparos de urgência. Além das 71 pessoas que perderam suas casas, abrigadas em duas escolas municipais, outras 135 ficaram desalojadas e estão em casas de parentes e amigos. A Defesa Civil continua em alerta até domingo. A previsão para os próximos dois dias é de mais chuva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.