Japonesa esfaqueada no Rio sai do Tratamento Semi-Intensivo

A turista japonesa Yoshiko Magoshi, 61 anos, esfaqueada e depois atropelada em Copacabana, no Rio, no dia 13 deste mês, deixou a Unidade de Tratamento Semi-Intensivo do hospital Copa D´Or nesta sexta-feira. Ela continua internada, mas foi transferida para um quarto. Yoshiko chegou ao hospital com perfuração na região lombar esquerda, fratura de costelas e traumatismo craniano. Ela passou uma semana no CTI e seis dias na UTI antes de poder ir para o quarto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.