Jardim e peças históricas devem ser preservadas

Um dos trunfos da chegada do Tribunal de Justiça (TJ) ao antigo edifício do Hilton ainda se esconde no 10º andar: um jardim projetado pelo paisagista Burle Marx (com uma piscina instalada bem no meio dele). Como o local ainda está em obras, a reportagem não teve autorização para visitá-lo.Em compensação, o teatro de 400 lugares já pode ser visitado. À princípio, o TJ iria reservar o local apenas para cursos e palestras. Mas, por causa do valor histórico, a idéia agora é recuperá-lo totalmente para futuras apresentações de teatro e música. As poltronas estão em bom estado e os camarins precisam de poucos ajustes. Grandes nomes do teatro e da música já pisaram naquele palco. Nos bons tempos do Hilton, o teatro abria para shows pontualmente às 18h30. "A informação que a gente tem é que o espaço já estaria sendo oferecido para a Secretaria Municipal de Cultura", disse o superintendente da Associação Viva o Centro, Marco Antônio Ramos de Almeida.Ainda existe a possibilidade da exploração comercial da galeria - que já foi ocupada por grifes como a joalheria H. Stern. A fachada do edifício e a entrada do hotel são tombadas pelo patrimônio histórico. Um pouco da opulência e do charme original ainda estão lá. Na recepção, pouca coisa foi mexida. O clima é mesmo de início dos anos 70. ABERTURANas paredes da entrada e nos salões do 1º andar, o painel do artista plástico uruguaio Carlos Paéz Vilaró continuam em bom estado de conservação. O edifício número 165 da Avenida Ipiranga foi projetado pelo arquiteto Mário Bardelli. Ele foi inaugurado no dia 1º de outubro de 1971 - sendo o segundo conjunto da rede instalado na América do Sul (o primeiro foi na Venezuela). Com o passar dos anos, e a degradação do centro da cidade, a rede internacional decidiu sair da região - mudando para a região do Brooklin, na zona sul de São Paulo. As atividades do Hilton da Avenida Ipiranga foram encerradas em dezembro de 2004. O edifício foi mantido em condições razoáveis pelos proprietários e por um pequeno grupo de funcionários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.