Jefferson pede inclusão de petista como réu

Presidente do PTB, que denunciou o mensalão, enviou alegações finais ao Supremo, assim como Duda Mendonça

, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2011 | 00h00

BRASÍLIA

Mais uma vez o presidente do PTB, Roberto Jefferson, insiste na inclusão do ex-presidente Lula entre os acusados de ligação com o mensalão. Em documento enviado esta semana ao Supremo Tribunal Federal com suas alegações finais sobre o caso, Jefferson faz a cobrança. "Qual a razão de o ilustre acusador (o procurador-geral da República) ter deixado de denunciar aquele que, por força de disposição constitucional, é o único que no âmbito do Poder Executivo tem iniciativa legislativa, o presidente da República?", argumenta a defesa de Jefferson.

A defesa do publicitário Duda Mendonça também entregou alegações finais ao Supremo. Os advogados pedem absolvição de Duda e de Zilmar Fernandes da Silveira, que prestaram serviços de marketing ao PT. Os criminalistas Tales Castelo Branco e Frederico Crissiúma de Figueiredo subscrevem as alegações ao ministro Joaquim Barbosa, relator.

Duda e Zilmar foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República por manterem conta não declarada no exterior e lavagem de dinheiro. "Os acusados confessaram espontaneamente, e antes mesmo de serem objeto de qualquer investigação, a forma pela qual receberam pelos serviços de marketing político efetivamente prestados ao PT", diz a defesa. Os advogados sustentam ainda que "foram pagos todos os tributos incidentes". / COLABOROU FAUSTO MACEDO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.