João Alves na fila nos EUA ,apesar passaporte diplomático

Um outro incidente mostrou que o esforço mútuo de irritação em que os Brasil e Estados Unidos parecem estar empenhados continuará a criar dificuldades. Ontem, o governador de Sergipe, João Alves, teve que esperar uma hora para serliberado pela imigração americana no aeroporto de Dulles, perto de Washington, depois de viajar da Europa para reuniões noBanco Mundial. Apesar de viajar com passaporte diplomático, o governador foi mandado para a inspeção secundária. Depois de aguardar meiahora, pediu explicação e foi instruído a esperar. Mais meia hora, reclamou novamente e foi atendido por um oficial de imigração que olhou seu passaporte, o visto, e autorizou sua entrada nos EUA, sem oferecer explicações sobre a razão da demora. O governador não passou pelo ritual da fotografia e das impressões digitais, pois portadores de passaportes diplomáticos estão dispensados. João Alves regressa hoje à noite ao Brasil.

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2004 | 18h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.