João Pessoa: um preso é morto em rebelião

Cerca de 200 presos do Instituto Penal Silvio Porto, em João Pessoa, na Paraíba, continuam rebelados. O motim, que começou na segunda-feira e teve uma trégua ontem, já deixou um saldo de um detento morto. Ele foi encontrado enforcado com um cordão de tênis, mas sua identidade não foi revelada. O Batalhão de Choque da Polícia Militar cerca o local. Informações extra-oficiais dão conta de que quatro presos estão sendo torturados pelos líderes do movimento.Os rebelados exigem a saída do novo diretor e a revisão das penas. Dezenove presos foram transferidos para outro presídio de João Pessoa. Segundo a Globonews, o Instituto Penal abriga 630 presos, alguns em regime de segurança máxima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.