João se amarra ao alto de uma árvore. Protesto contra o INSS

A polícia, os bombeiros e uma ambulância da Secretaria Municipal de Saúde de Jundiaí correram, na manhã de hoje, à Praça do Fórum, em Jundiaí. Todos para socorrer o aposentado João Karck, de 70 anos, morador no bairro da Colônia. Ele subiu pelos galhos de uma árvore a uma altura de seis metros. Lá, se amarrou com correntes e gritava que o INSS o estava roubando e não pagava os seus benefícios. O protesto de João chamou a atenção de uma multidão. O Corpo de Bombeiros foi ao local com duas guarnições, para evitar que o João caísse ou se jogasse. Depois de resgatá-lo, uma ambulância o levou para o Hospital São Vicente de Paulo, onde recebeu sedativos. De acordo com o advogado de João Karck, Joaquim Nogueira, seu cliente teve uma atitude de "desespero", porque acumula aposentadoria pelo trabalho como lavrador e na zona urbana. João recorreu à Justiça de Jundiaí em 1999 e ganhou processo contra o INSS, que por sua vez recorreu ao Tribunal Regional Federal. Na esfera superior, o aposentado também ganhou o processo. Mas, o INSS não vem pagando o benefício, porque alega falta de dotação orçamentária. Nogueira foi informado pelo INSS que o pagamento será feito a João provavelmente no início de 2004, o que o aposentado não se conforma, por esperar desde 1999.

Agencia Estado,

31 de outubro de 2003 | 19h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.