Joãosinho Trinta prestigia inauguração da Cidade do Samba

Sem receber nenhuma homenagem especial, um dos maiores carnavalescos da história do Carnaval carioca, Joãosinho Trinta, assistiu hoje à inauguração da Cidade do Samba, na Gamboa, no Centro, sentado em uma cadeira de rodas. Recuperando-se de problemas neurológicos, ele presenciou os contraventores das agremiações disputarem espaços nas fotos e homenagearem o prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), que foi presenteado e eternizado no local com um busto. "Ainda preciso de um tempo para me recuperar e depois pensar em voltar a trabalhar no carnaval. Mas estarei na Avenida neste ano desfilando com a Vila Isabel", disse Joãosinho, que antes de sofrer um segundo acidente vascular cerebral, em novembro de 2004, era o carnavalesco da agremiação. Na ocasião, ficou sem andar e falar, mas já havia preparado o desfile da escola, que foi desenvolvido por seus auxiliares. Na Cidade do Samba ficam os barracões das 14 escolas do Grupo Especial. Ali, além de prepararem seus desfiles, elas realizarão vários eventos para atrair turistas.

Agencia Estado,

04 Fevereiro 2006 | 15h14

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.