Jobim confirma que Pereira vai sair da presidência da Infraero

Ministro não dá nome de substituto e diz que Rossano Maranhão, ex-presidente do BB, não assume a estatal

Rosana de Cássia, do Estadão,

30 Julho 2007 | 15h16

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou na manhã desta segunda-feira, 30, que vai trocar o presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). A confirmação foi dada na reunião da Coordenação Política, no Palácio do Planalto, na qual Jobim informou a saída do brigadeiro José Carlos Pereira. Jobim antecipou, porém, que o ex-presidente do Banco do Brasil, Rossano Maranhão, não poderá assumir a presidência da Estatal. Segundo informações da Reuters, o governo ainda procura um nome para substituir o brigadeiro José Carlos Pereira.   Reunião do Conac é adiada para 17h Jobim tem primeira reunião com Conac nesta segunda Crise atinge Aeroporto de Cumbica Cumbica fez vizinhança adensar Jobim vai criar gabinete de crise   Maranhão não poderá assumir a Infraero porque há impedimentos, segundo o ministro. Apesar disso, ele poderia ajudar no conselho administrativo da estatal. Segundo relato de participantes do encontro, durante a reunião com o presidente Lula, o grupo de coordenação política concluiu que não há intenção, no momento, de alterar a diretoria da Agência nacional de Aviação Civil (Anac).   A primeira providência, agora é saber como a Anac vai proceder nessa nova fase, de implementação das medidas determinadas pelo Conselho de Aviação Civil (Conac). Com relação aos aeroportos o ministro Jobim relatou ao grupo de coordenação política que a solução seria a construção de um terceiro terminal e uma terceira pista, no Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos.   Jobim disse que o prefeito de Guarulhos lhe garantiu que para as obras seria necessária a remoção de 5 mil famílias e não de 30 mil como foi anunciado anteriormente. Uma outra alternativa seria a ampliação do terminal de Viracopos, em Campinas. A construção de um terceiro aeroporto seria uma decisão de longo prazo.

Mais conteúdo sobre:
Infraero Nelson Jobim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.