Jobim e Saito depõe na CPI do Apagão Aéreo nesta quarta

Ministro vai à Câmara e comandante da Aeronáutica ao Senado; eles prestam esclarecimentos sobre a crise

08 de agosto de 2007 | 09h43

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, vão depor nas CPIs do Apagão Aéreo nesta quarta-feira, 8. Às 11 horas, Jobim fala aos senadores e às 12 horas, Saito fala aos deputados que investigam a crise aérea no País. O depoimento de Jobim estava marcado para às 10 horas, mas foi adiado por conta da votação do novo presidente na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, em substituição ao senador Antonio Carlos Magalhães, que morreu em 20 de julho.  Na Câmara, os deputados têm, a partir das 11 horas, uma reunião para apreciar os requerimentos dos seus membros pedindo informações, principalmente à Empresa Brasileira de infra-estrutura Aeroportuária (Infraero) sobre seus investimentos em aeroportos. Além disso, os deputados também querem saber sobre a decisão do Ministério Público de São Paulo, que paralisou uma obra no Aeroporto de Ribeirão Preto, em 2003, na área de terminais de carga. Texto alterado às 10h32 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.