Jobim: Lula terá até 2ª decreto que cria nova secretaria

Ministro não quis dar o nome do novo secretário de aviação civil, mas afirmou que crise está diminuindo

MARCELO AULER, Agencia Estado

31 Agosto 2007 | 14h38

O ministro da Defesa Nelson Jobim anunciou que "hoje ou segunda-feira" encaminhará à Presidência da República a minuta de um decreto criando no ministério a Secretaria de Aviação Civil. O novo órgão, segundo ele, "se encarregará do problema aéreo e ficará no atendimento direto que tem sido feito por mim". Jobim, que não quis divulgar o nome do novo secretário - "cada coisa no seu tempo" - previu que a crise aérea está terminando. "Nós vamos superá-la imediatamente e poderei me dedicar mais às questões das Forças Armadas." De acordo com ele, o processo de remodelação da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) foi mais acelerado. Já o da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é um pouco mais demorado. No domingo, ele viaja ao Haiti e só retorna ao Brasil na próxima quinta-feira. "Portanto, as coisas só voltarão a acontecer depois do dia 7", afirmou. "No momento em que nós recompusermos a Infraero e a Anac, eu saio de cena. Você terá estruturas que começarão a funcionar", disse. Jobim ainda disse que "na política da aviação civil brasileira, teremos várias alternativas aos aeroportos e poderá se pensar eventualmente (não estou dizendo que seja assim) em concessões de aeroportos existentes, na possibilidade de autorização para aeroportos privados. Enfim, os modelos que funcionem bem. O que precisamos é encontrar técnicas em eficiência para a aviação civil, independentemente de pressupostos ideológicos e políticos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.