Jobim se diz satisfeito com situação de aeroportos no feriado

Para ministro da Defesa, mérito é da Infraero, que agiu rápido e acabou com os gargalos nos aeroportos

15 de novembro de 2007 | 18h26

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, se disse satisfeito com a situação nos aeroportos brasileiros no primeiro dia do feriado prolongado da Proclamação da República. Durante a manhã desta quinta-feira, 15, a situação dos aeroportos era normal. Até as 11 horas, apenas 10,7% dos vôos foram cancelados e 11,4% sofreram atrasos superiores a uma hora. De acordo com o ministro, o mérito foi da Infraero, que agiu rápido e, com equipes extras e a liberação da pista auxiliar de Guarulhos, acabou com os gargalos nos aeroportos. No horário, apenas Congonhas, em São Paulo, e Cumbica, em Guarulhos, apresentavam movimentação acima do normal devido ao mau tempo, que prejudicou os pousos e decolagens. Ambos os aeroportos funcionaram por instrumentos durante algumas horas. À tarde, a situação era melhor, apesar do aumento nos atrasos e cancelamentos (12,3% cada um).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.