Jogador de base do Cruzeiro tenta fugir de blitz da Lei Seca

Leonardo Bonatini, que se recusou a fazer o teste do bafômetro, se envolveu em acidente na tentativa de fuga e teve de pagar fiança

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

31 Dezembro 2014 | 16h45

BELO HORIZONTE - O jogador Leonardo Bonatini, de 20 anos, atleta da base do Cruzeiro, teve que pagar fiança de R$ 10 mil após ser flagrado dirigindo com sintomas de embriaguez. O atleta foi preso após se envolver em um acidente ao tentar fugir de uma blitz da Lei Seca. O caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira, 31, na região centro-sul de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Civil, Bonatini foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML), mas se recusou a ceder material para exame e foi examinado por um legista de plantão, que constatou hálito etílico e alteração na capacidade psicomotora do suspeito. O atleta foi multado em R$ 1,9 mil e sua carteira de habilitação, que foi apreendida, será suspensa por 12 meses.

Bonatini ainda deve responder processo por colocar a vida de terceiros em risco. De acordo com a Polícia Militar (PM), ao receber ordem de parada na blitz ele passou por cima de um canteiro central, mas perdeu o controle do veículo, que capotou. O Honda dirigido pelo jogador ainda atingiu um Fiat Uno, mas ninguém ficou ferido. O Estado não conseguiu contato com o jogador nesta quarta.

Mais conteúdo sobre:
Leonardo Bonatini Cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.