Jornalista é morta dentro do carro na zona oeste do Rio

A jornalista e juíza arbitral Regina Lúcia de Souza Vieira Santana, de 37 anos, foi morta com três tiros, na noite de quarta-feira, 18. Ela foi vítima de tentativa de assalto na zona oeste do Rio. Ao volante de seu Volkswagen Polo, na Avenida das Capoeiras, no bairro de Campo Grande, Regina foi abordada por dois assaltantes, ambos aparentando ter menos de 20 anos, que não levaram o carro, mas atiraram contra Regina. A jornalista morreu no local. Segundo testemunhas, Regina, que morava no mesmo bairro onde foi assassinada e era dona de uma loja de CDs, tentou fugir acelerando o carro, quando foi atingida pelos tiros. O caso foi registrado pelos policiais de plantão da 35ª Delegacia de Polícia, do Campo Grande.

Agencia Estado,

19 Abril 2007 | 04h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.