Jovem acusada de planejar morte da mãe

A estudante Tainá de Campos Rosa, de 18 anos, foi presa anteontem em Campinas acusada de planejar o seqüestro e a morte da mãe, a contadora Carmem Silvia de Campos Rosa, de 45. Outras três pessoas foram presas. Uma delas é uma jovem com quem Tainá teria uma relação amorosa, desaprovada por Carmem (o que teria motivado o crime). Estão detidos Vagner da Silva, de 22 anos, João Marcos da Silva, de 19, e Renata Alves da Silva, de 21. Na terça, a contadora foi seqüestrada por Vagner e João ao sair de um culto evangélico, no Jardim Londres. Eles teriam sido contratados por Renata por R$ 10 mil. O plano incluía a morte da vítima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.