Jovem assalta morador de morro e é punido por traficantes

Um jovem de 17 anos morador do morro Pavão-Pavãozinho, em Ipanema, zona sul do Rio, foi baleado na mão direita no domingo à tarde por ordem de traficantes de drogas do Chapéu Mangueira, no Leme. É uma forma de punição imposta pelos bandidos a quem comete assaltos na área dominada por eles. O adolescente havia roubado R$ 14 e uma bermuda de um morador de rua do Leme. O dinheiro serviria para a compra de drogas. O morador de rua, Samuel Rodrigues dos Santos, subiu o Chapéu Mangueira e denunciou o rapaz aos criminosos, que decidiram castigá-lo imediatamente. O jovem foi levado em seguida para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, e depois encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Na noite de domingo, dois adolescentes, um de 13 e outro de 16 anos, foram baleados durante um tiroteio entre policiais militares e traficantes da favela Parada de Lucas, na zona norte. Eles foram socorridos no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, e passam bem. O comandante do batalhão de Olaria, coronel José Nepomuceno, onde os policiais trabalham, disse que só a perícia irá esclarecer quem baleou os garotos. Nesta segunda, a situação na favela estava tranqüila, segundo ele. Moradores da comunidade chegaram a tentar fechar a Avenida Bulhões de Carvalho em protesto, mas acabaram voltando para a favela sem realizá-lo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.