Jovem atacada no PR deve passar por exames nesta quarta

Suspeito ainda não foi detido e não há novas pistas para encontrá-lo; namorado da vítima foi morto a tiros

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

04 Fevereiro 2009 | 13h46

A jovem de 23 anos que foi baleada e violentada no último fim de semana em Matinhos, no litoral do Paraná, deve passar por uma bateria de exames ainda nesta quarta-feira, 4. Os exames neurológicos vão definir a lesão provocada por um dos dois tiros que atingiu o canal medular da vítima.   Veja também: Homem que baleou casal não disse que era guia turístico  Jovem morre ao tentar salvar namorada de estupro no Paraná    A garota continua internada na Unidade de Terapia Intensiva e que seu quadro de saúde é estável. "A jovem está sedada e respirando com auxílio de aparelhos". Um novo informativo deve ser divulgado no fim desta tarde, segundo informações do Hospital Vita de Curitiba.   A Polícia Civil do Estado continua investigando o caso. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, até as 13 horas desta quarta, 4, ninguém havia sido detido e não havia novas pistas que ajudassem nas apurações.   Abuso   O crime ocorreu no sábado, quando M. e seu namorado, de 22 anos, faziam uma trilha no Morro do Boi, em Caiobá. Os namorados pediram informações de como chegar a uma praia a um desconhecido, que se ofereceu a levá-los. Ao chegarem à praia, o homem tentou estuprar a jovem dentro de uma gruta e seu namorado foi tentar impedi-lo. O desconhecido atirou e atingiu o namorado de M. no peito.   Depois, ela tentou fugir da gruta, mas o criminoso deu dois tiros, que a atingiram nas costas. Impossibilitada de andar, M. foi violentada pelo homem mais tarde naquele mesmo dia. A família acionou o Corpo de Bombeiros no domingo, preocupado com o sumiço do casal. As equipes de resgate, juntamente com o pai do jovem que acompanhava as buscas, encontraram o casal por volta da 13h30   Uma embarcação do Corpo de Bombeiros foi utilizada para levar a jovem até a Praia Mansa de Caiobá, de onde ela seguiu numa ambulância do Siate até o quartel de bombeiros de Matinhos, sendo encaminhada na sequência de helicóptero até o Hospital Regional de Paranaguá. O corpo do rapaz foi encaminhado ao IML de Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.