Jovem atingido por arma de fogo em protesto no Rio é operado

Em boletim, a clínica onde o rapaz está internado informa que ele chegou com 'fratura aberta' nos antebraços e que seu quadro é estável

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

16 Outubro 2013 | 12h44

RIO - O estudante Rodrigo Gonçalves Azoubel, de 18 anos, primeiro manifestante ferido com disparos de armas de fogo desde que as passeatas começaram no Rio, foi atingido nos dois antebraços. Ele participava de ato na Avenida Rio Branco na terça-feira, 15, próximo à Rua Santa Luzia, quando percebeu que estava sangrando.

O jovem foi levado por amigos para a Clínica São Vicente, na Gávea, zona sul, onde foi operado. Em boletim, a clínica informa que o rapaz chegou com "fratura aberta" nos antebraços e está em estado estável. Ele ficará internado por mais uma semana, para passar por nova cirurgia para a fixação da fratura.

Azoubel é de Recife, mas tem participado dos protestos no Rio. Em seu perfil no Facebook, havia fotos suas participando de protestos em frente à Assembleia Legislativa e em ruas do Rio. A página dele foi apagada da rede social.

Mais conteúdo sobre:
Protesto Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.