Jovem baleada e violentada no PR está paraplégica

Expectativa é que a jovem de 23 anos tenha alta da UTI na próxima semana; quadro não é definitivo

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

06 Fevereiro 2009 | 19h26

A jovem baleada e estuprada no sábado, 1º, em Matinhos, no Paraná, está paraplégica. A informação foi confirmada pelo Hospital de Vita, de Curitiba, nesta sexta-feira, 6. O quadro ainda não é definitivo e existe a possibilidade de M.P.L., de 23 anos, recuperar os movimentos das pernas. Desde a quinta-feira, 5, ela respira sem o auxílio de aparelhos e está consciente.   Veja também: Jovem irá depor para ajudar nas buscas a suspeito DNA vai ajudar na busca a homem que baleou e estuprou jovem Homem que baleou casal não disse que era guia turístico      M.P.L poderá sair da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no início da próxima semana. Os médicos decidiram não remover a bala que está na base do pulmão da paciente, em razão do estado atual dela. Mas, futuramente, o projétil poderá ser retirado, caso a jovem sinta que ele está provocando algum incômodo. A polícia aguarda os psicólogos do hospital avaliarem M.P.L para ouvi-la e elaborar o retrato falado do homem que a atacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.