Jovem de 14 anos é flagrado dirigindo na Via Dutra

Mais um caso de menor ao volante foi registrado em São Paulo, desta vez na Via Dutra, que liga São Paulo ao Rio, em pleno feriado de Páscoa. Por volta das 14h30 de domingo, um adolescente de 14 anos foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal dirigindo um Gol branco, com a mãe no banco do carona. No banco traseiro, estavam uma prima do menino, de 9 anos, e o irmão mais novo, de 11 meses.A mãe do adolescente, Niva Leite Manuel, de 33 anos, disse aos policiais que ''ela tinha habilitação, fazia isso praticamente todo final de semana, e que eles deveriam procurar criminosos para prender.'' Segundo a avó do menino, Maria José Leite, de 65 anos, ele aprendeu a dirigir com 10 anos e, uma vez por semana, pegava o carro ''para treinar, para não perder o jeito''.O garoto dirigia no sentido Rio e foi abordado pela Polícia Rodoviária no km 208. Ele estava voltando para a casa da família, na cidade de Arujá, Grande São Paulo. Próximo ao km 200, oficiais rodoviários passaram a seguir o carro, por notarem as feições do motorista, que denunciavam sua idade. Quando percebeu a viatura, Niva pediu ao filho que estacionasse o carro em um posto de gasolina, para que ela assumisse o volante. Nesse momento, os policiais rodoviários abordaram o automóvel e fizeram o flagrante e encaminharam o caso ao 4º Distrito Policial de Guarulhos.Segundo a avó do adolescente, ele só dirigia em vias movimentadas ''em casos excepcionais''. ''Geralmente ele ficava só aqui no Jardim Emília (em Arujá, onde mora a família). O bebê deveria estar chorando muito naquela hora e, por isso, ele foi dirigindo. Ele só ia levar as roupas que lavamos aqui para a tia dele, em Guarulhos, e voltaria.''Niva e seu filho passaram a tarde de ontem na Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Guarulhos , prestando depoimento. Na Justiça Comum, ela responderá por entregar direção de veículo a pessoa não habilitada. A pena é de 3 meses a um ano de prisão.No início do mês, em Guarulhos, uma mulher entregou o veículo ao sobrinho para ele ''treinar'' a direção. Em outro caso, uma adolescente, que teria pegado o veículo da madrasta sem autorização, atropelou e matou uma idosa de 70 anos.

Vitor Hugo Brandalise, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.