Jovem de 17 anos é preso após matar irmão de 13, em Brasília

Irmão mais velho queria simular seqüestro e pedir resgate de R$ 45 mil para fugir com meia-irmã, de 13 anos

Luciana Nunes Leal, do Estado,

06 de novembro de 2007 | 14h01

A Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado da Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na noite da última segunda-feira, 5, um menor de 17 anos que confessou ter matado o irmão de 13 anos, na localidade de Área Alfa, próxima ao Setor de Residências da Marinha, nas proximidades de Santa Maria, em Brasília.   O assassino confessou que tinha planejado seqüestrar o irmão para obter do pai R$ 45 mil de resgate e com esse dinheiro fugir com a meia-irmã, de 13 anos, com quem tinha um relacionamento amoroso. A menina também foi presa porque, segundo a delegada Suzana Orlandi Machado, teve participação na simulação do seqüestro.   O menor assassino disse que tinha ciúmes do irmão, que era o preferido do pai, o sargento da Marinha, Waldemar Júnior Paiva. Estão presos ainda três maiores de idade que ajudaram na simulação do seqüestro. "É além da imaginação o que aconteceu. Não é concebível para um ser humano normal. Foi uma história escabrosa, e olha que tenho 23 anos de Polícia", disse a delegada.   O menino assassinado foi encontrado em um terreno descampado, próximo ao local onde morava com os irmãos e o pai. O menor foi enforcado e encontrado sob uma árvore, com uma corda pescoço.

Mais conteúdo sobre:
AdolescenteBrasíliaAssassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.