Jovem é baleada e morre no hospital em SP

A Polícia Civil investiga desde o final da noite de ontem a misteriosa morte da programadora Patrícia Alves da Silva, de 28 anos. A jovem foi encontrada ferida a tiros ao lado de seu Ford Ka, por volta das 22h de ontem, na Rua Luiz Zappia, área residencial, de pouco movimento, na região de Interlagos, zona Sul da capital paulista. Patrícia foi atingida por tiros no rosto e no tórax; chegou a ser levada com vida para o Pronto-Socorro Pedreira, mas não resistiu aos ferimentos.Segundo o delegado do 102º Distrito Policial, da Capela do Socorro, onde o crime está registrado, nada foi levado ds vítima, com a qual foram encontrados a carteira, com documentos, dinheiro; e um celular. Parentes foram localizados pelos policiais por meio do registro do veículo e disseram à polícia que não tinham contato com Patrícia desde que ela saiu de casa, há 2 anos e meio. A família não sabia onde Patrícia estava vivendo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.