Jovem é detida após acorrentar prima de 10 anos

Uma jovem de 19 anos foi detida, por volta das 15h30 deste sábado, no Jardim Pícolo, zona Norte da capital paulista, acusada de maltratar a própria prima, Raquel, de 10 anos.A menina foi encontrada, por policiais militares da 2ª Companhia do 43º Batalhão, com uma corrente de cachorro em volta do pescoço no quintal de uma casa. Segundo os policiais, a corrente estava fixa na parede e foi presa ao pescoço da menina com o uso de um cadeado. "Ela estava sentada em uma lata", disse o soldado Lincoln.No momento em que faziam patrulhamento pela região, os policiais foram parados pela colega da vítima, uma menina da mesma idade de Raquel. A criança pediu para que os policiais ajudassem a amiga que estava amarrada no quintal. "Ela viu a amiga pela fresta da caixinha dos correios. Ao olharmos através da mesma fresta, confirmamos o que a menina havia dito", acrescentou o soldado.Ao ser detida, a jovem disse que resolveu amarrar a prima pois ela queria sair da casa de qualquer jeito. Os policiais ainda não têm informação sobre o pai da vítima, mas sabem que a mãe de Raquel está presa por tráfico de drogas, o que fez com que a justiça passasse a guarda da criança para a tia que, nesta tarde, deixou a sobrinha com a filha.A acusada pelos maus-tratos, a garota de 19 anos foi encaminhada ao 20º Distrito Policial, da Água Fria, onde o delegado, até às 17 horas deste sábado, não sabia ainda em que artigo do Código Penal iria indiciá-la.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.