Jovem é libertada após ser mantida refém por 7 dias no Paraná

Adolescente foi sequestrada após casa da família ser roubada em Paranavaí; 4 suspeitos foram presos

Priscila Trindade, Central de Notícias

25 Outubro 2010 | 10h43

SÃO PAULO - Uma jovem de 17 anos foi libertada no sábado após ser mantida refém desde o dia 16 na região noroeste do Paraná. Quatro pessoas foram presas. A garota foi sequestrada quando um grupo de homens invadiu a casa de um empresário de Paranavaí (PR) para realizar um assalto. No tempo em que permaneceram no imóvel - das 19 horas às 23 horas -, os suspeitos pegaram dinheiro e pertences da família. Ao fugir, acabaram levando a filha do empresário como refém.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, os sequestradores fizeram contato com a família e pediram R$ 2 milhões para libertar a jovem. O Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial da Polícia Civil (Tigre) foi acionado para acompanhar as negociações e descobrir o paradeiro da vítima. A jovem foi localizada num prédio de quitinetes em Umuarama (PR). Ela foi encontrada sem ferimentos.

No local foram presos Luiz Carlos Bofetti, de 39 anos, Ed do Nascimento Alves e Josiele Pereira de Lima, ambos de 23 anos, e Márcia Neves Saraiva Guedes, de 35 anos. De acordo com a polícia, as duas presas eram as responsáveis pela limpeza do local. Todos foram autuados em flagrante por sequestro e formação de quadrilha. A Polícia Civil continua as investigações para identificar outros integrantes do grupo.

Mais conteúdo sobre:
crime sequestro jovem refém PR

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.