Jovem é morta e arremessada de carro no Brooklin

Morreu na viatura policial, que a socorria ao Hospital São Paulo, na madrugada desta segunda-feira, uma mulher aparentando 20 anos. Ela foi baleada no peito, no interior de um Volkswagen vermelho, e jogada do veículo em movimento, na Rua Texas, no Brooklin, na Zona Sul.Segundo a pessoa que telefonou para a PM, por volta de 1h da madrugada, a jovem ? branca, de cabelos negros, lisos e longos, vestindo calça jeans, blusa branca estampada e tênis preto ? estava discutindo com um homem, no veículo parado. De repente ouviram-se dois estampidos e o carro arrancou, a porta abriu e a mulher caiu rolando no asfalto.As primeiras suspeitas são de que tenha ocorrido um crime passional. Apesar dos dois estampidos, o cadáver tinha apenas uma perfuração de entrada de um projétil no direito do peito e um de saída no lado esquerdo. Isso pode indicar que a vítima estaria lutado com o agressor, no momento do primeiro disparo. Vencida, foi atingida no peito, lateralmente.Os vários hematomas, por todo o corpo teriam resultado da queda do carro em movimento. Para alguns policiais, ela pode ter brigando com um namorado, ou ex. Com a necrópcia, se poderá saber, por exemplo, se a vítima estava grávida. Se isso ocorrer, as investigações tomarão esse fato como uma possível motivação para o crime.Até o final da madrugada, ninguém havia procurado a polícia pelo desaparecimento de uma jovem com essas características. A expectativa é de que durante o dia a garota morta seja identificada e parentes forneçam informações e auxiliem no esclarecimento desse homicídio.

Agencia Estado,

05 de abril de 2004 | 06h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.