Jovem é morta e polícia suspeita de queima de arquivo

Desaparecida desde sexta-feira, Naiara Alves Garcia, de 19 anos, foi encontrada morta, no final da tarde de segunda-feira, num matagal, na Estrada de Itaberaba, região de Bonsucesso, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O cadáver tinha um afundamento na face e no crânio. A polícia suspeita tenha que ela teve a cabeça amassada por uma grande pedra. Na semana passada, a vítima esteve numa delegacia daquele município, onde reconheceu um homem que teria tentado estuprá-la. Para os policiais há possibilidade dos dois fatos estarem relacionados.Familiares contam que Naiara saiu, na sexta-feira para ir a uma festa e não voltou para casa. Imediatamente imaginaram que seu desaprecimento tivesse alguma relação com o reconhecimento de Marcos Antônio de Mattos, de 27 anos, também apontado como estuprador, por duas outras vítimas, moradoras no mesmo bairro. Como ele continua preso e a suspeita é de que tenha encomendado o assassinato da jovem para não testemunhar.Marcos - que conta com passagem em uma delegacia de Osasco, também por tentativa de estupro - foi preso após uma denúncia do irmão de sua ex-companheira. As vítimas de estupro e tentativa, da região que ele costuma freqüentar, foram chamadas e o reconhecimento foi confirmado. A maior preocupação é de que, se ele for o mandante desse crime, venha também a tentar livra-se das demais testemunhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.